Miguel-Pedro Quadrio

Investigador do CECC (Centro de Estudos de Comunicação e Cultura) e docente na Faculdade de Ciências Humanas, da Universidade Católica Portuguesa. Doutorou-se em Estudos de Cultura, na mesma escola, com a tese Dispositivo Crítico. Condições de possibilidade da crítica jornalística em Portugal. Focando-se na constituição, relevância sistémica e história da crítica de artes performativas, em Portugal, a sua investigação ancora-se conceptualmente nos campos da teoria crítica, dos estudos artísticos e dos estudos de tradução. Tem no prelo o volume Em Nome da Crítica (Universidade Católica Editora). Atualmente, prepara a edição de textos inéditos do teatrólogo Eduardo Scarlatti e um volume sobre a revista O Actor. Expositor de signos teatrais, projeto editorial da produtora Cassefaz. Fez crítica de teatro no jornal Diário de Notícias. Participou na fundação das revistas Sinais de Cena e Obscena. Na Direção-Geral das Artes, e como especialista na área do teatro, integrou diversos júris de apoio às artes. Como dramaturgista e responsável pelas publicações, colaborou com as companhias Teatro da Garagem e Companhia de Teatro de Almada.

MUDAM-SE OS TEMPOS, MUDAM-SE AS TRADUÇÕES? MUDAM-SE OS TEMPOS, MUDAM-SE AS TRADUÇÕES?
Oferta especial limitada
Coordenação: Alexandra Lopes |Maria Lin Moniz
16,89 € 18,76 €
DESCONTO-10%

Menu

Crie uma conta gratuita para usar a lista de favoritos.

Login