Alexandra Lopes

Alexandra Lopes é Assistente da Faculdade de Ciências Humanas da Universidade Católica Portuguesa e, desde 2008, Professora-secretária da Faculdade. Entre 2001 e 2008, foi Coordenadora dos Cursos de Tradução e Línguas Estrangeiras Aplicadas. É investigadora júnior do Centro de Estudos de Comunicação e Cultura, onde integra dois projectos de investigação: Violent Belongings: The (In)Visibility of War in Literature and the Media e Intercultural Literature in Portugal 1930-2000: a Critical Bibliography. Entre os trabalhos mais recentes contam-se: (2006), "An Englishman in Alentejo. Crimes, Misdemeanours & the Mystery of Overtranslatability", in Alexandra Assis Rosa, João Ferreira Duarte e Teresa Seruya (eds.), Translation Studies at the Interface of Disciplines, Amsterdão/Filadélfia, John Benjamins, (2006), "Landscaping Emotion(s) - Translating Harriet Beecher Stowe in Portugal", in Michaela Wolf (ed.), Übersetzen - Translating - Traduire: Towards a 'Social Turn'?, Münster, Hamburgo, Berlim, Viena, Londres, LIT, (2007) "Notes for a Cartography of Translation Studies in Portugal", in Yves Gambier (ed.), Translation Studies - Doubts and Directions, Amsterdão/Filadélfia, John Benjamins, pp. 59-71 (com Teresa Seruya et al.). Traduziu, entre outros, Ensaio sobre o Dia Conseguido de Peter Handke (1994), A Terra das Ameixas Verdes de Herta Müller (1999) e Fúria de Salman Rushdie (2002).

Menu

Crie uma conta gratuita para usar a lista de favoritos.

Login