AOS JOVENS, SOBRE COMO TIRAR PROVEITO DA LITERATURA

Leia mais Introdução, estudo e tradução: Miguel Cabedo e Vasconcelos
Oferta especial limitada
8,41 € 9,34 €
DESCONTO-10%
Overview

O grande São Basílio de Cesareia mostra bem que quanto mais nos aproximamos das origens do cristianismo melhor percebemos o que pode ser o seu futuro. Por isso, este livro, que Miguel Cabedo e Vasconcelos cuidadosamente traduziu, é uma preciosa bússola ao nosso alcance.José Tolentino MendonçaA teologia habita o território da palavra. Ela é diálogo e tradução. Eis porque, neste seu estudo, Miguel Cabedo e Vasconcelos nos conduz ao âmago do que é teologar: ao diálogo com a atualidade do passado da tradição cristã e à tradução que permite – coisa rara entre nós – escutar Basílio de Cesareia em português; mas também ao decisivo diálogo teológico e cristão com todas as literaturas e culturas e à tradução do humano que nestas também superiormente se diz. Um estudo que é, verdadeiramente, um contributo.Alexandre PalmaPodemos, finalmente, ler em versão e edição portuguesas, o Discurso aos jovens de São Basílio que, sem ser a sua opera magna, é uma das mais importantes da literatura patrística. Tal relevância advém sobretudo do facto de assinalar um momento decisivo no diálogo do Cristianismo com a cultura antiga e no acolhimento definitivo dos «saberes que dizem respeito à humanidade» (studia humanitatis) ou «saberes com que é costume formar os jovens para serem homens» (Cícero, Pro Archia, 4, 5-6), no seio do cristianismo e, por esta via, na posterior tradição humanista. Não admira, pois, que, cada vez que a humanidade atravessou períodos críticos, a obra Ad Adolescentes foi mais lida e estudada. E merece sê-lo, de novo.Isidro Pereira LamelasNum tempo em que a cultura helénica chegava ao seu termo, já longe dos tempos áureos de Atenas, Basílio de Cesareia nota que os jovens cristãos de então são chamados, na sua formação escolar, a tomar uma posição ética diante dos clássicos da literatura grega. Apercebendo-se, por outro lado, de que o cristianismo não tem ainda a envergadura cultural necessária para se afirmar num tal contexto, propõe o discurso que esta obra apresenta e estuda, focando-se na questão do discernimento, noção indispensável para tirar proveito da literatura profana. Numa das suas mais geniais intuições, Basílio torna-se, com este discurso, um dos protagonistas da incorporação da cultura helénica no cristianismo, nomeadamente da paideia grega, e da correspondente cristianização do helenismo. Siglas e abreviaturas Introdução PARTE I O lugar da literatura clássica na formação dohomem cristão CAPÍTULO 1 1. Basílio de Cesareia no seu contexto 1.1. A paideia de Basilio 1.2. Vida ascetica 1.3. Em defesa da fe de Niceia 1.4. Basilio, bispo de Cesareia Conclusão CAPÍTULO 2 2. A paideia, cristã e pagã, antes de Basílio de Cesareia 2.1. O cansaco da Helade e a novidade do cristianismo 2.2. Filon de Alexandria. O encontro da cultura grega com a tradicao hebraica 2.3. A apreciacao da cultura grega por parte dos Padres 2.4. A novidade alexandrina. Clemente, Origenes e Gregorio Taumaturgo 2.5. O protagonismo cultural dos Padres Capadocios Conclusão CAPÍTULO 3 3. Ad adolescentes de legendis libris gentilium 3.1. Significado e motivacoes 3.2. Destinatarios e datacao 3.3. Genero literario 3.4. Analise estrutural e motivos dominantes 3.5. Edicoes criticas e tradicao do texto 3.6. Criteriologia de traducao PARTE II Πρὸς τοὺς νέους ὅπως ἂν ἐξ ἑλληνικῶν ὠφελοῖντο λόγων Aos jovens, sobre como tirar proveito da literatura grega Conclusão Bibliografia  

Leia mais
Sinopse
Índice
Comentários
Deixe-nos o primeiro comentário!

Deixe um comentário

  • Avaliação:
Descreva este livro utilizando apenas adjetivos ou uma frase curta.
Importar imagens:
Arraste as imagens para aqui ou click para importar.
Detalhes do produto
9789725406007

Ficha de dados

ISBN
9789725406007
Data
05-2018
Edição
Editora
UCE
Páginas
120
Dimensões
16x230x0.70 mm
Tipo de produto
Livro
Idioma
Português
Coleção ou Revista
Investigação
Classificação temática
Teologia » Teologia Histórica
Coord./Org.
Introdução, estudo e tradução: Miguel Cabedo e Vasconcelos
Títulos relacionados
Pesquisas recentes

Menu

Crie uma conta gratuita para usar a lista de favoritos.

Login