QUAL O TEMPO E O MOVIMENTO DE UMA ELIPSE?

Oferta especial limitada
25,39 € 28,21 €
DESCONTO-10%
Overview

Warburg suscita em nós o sermos transgressores imaginativos e ensina-nos também a saborear a estranheza de podermos restituir a cada coisa aquilo por que ela já esperava. Deixamo-nos enredar na matéria a analisar, sem sabermos onde nos leva esse enredamento. Aqueles que elegem a multifacetada obra de Warburg como território de pesquisa, fruição e aprendizagem sabem que se poderão movimentar por um muito amplo conjunto de áreas do conhecimento entre as quais se anulam os abismos: Antiguidade Clássica, Antropologia, Arquitectura, Astrologia, Bibliotecas e Ciências Documentais , Ciências da Cultura, Dança, Estética e Filosofia da Arte, Etnologia, Filosofia da Linguagem, Fotografia, História, História de Arte, História das Religiões, Iconologia, Imagem e Comunicação, Memória, Mitologia, Psicologia, Psiquiatria, Simbologia, Sociologia, Teoria da Cultura. Com todos estes campos do saber criou Warburg electivas relações que se passaram a manifestar segundo a necessidade de querer das artes e culturas conhecer a vida interna, dando-lhes configuração renovada muito para além do seu acontecer histórico, deslocando-as assim dos seus tempos e espaços próprios Introdução É um inesperado bem que possamos ser alvo de um conhecimento que a pouco e pouco se nos vai tornando familiar Introduction It is an unexpected good that we can be the recipient of a knowing we gradually get familiar with Anabela Mendes Panofsky and the “Warburg Serum” Dieter Wuttke Ernst Cassirer e Aby Warburg. Alguns apontamentos emtorno da questão do mito José Miranda Justo Aby Warburg and the Hamburger Kunsthalle – New aspects on the history of Warburg’s Lecture “Dürer und die italienische Antike” in 1905 Marcus Andrew Hurttig O Pathosformel e a imagem dialéctica: correspondências entre Warburg e Benjamin António Guerreiro Teoria das proporções no Bilderatlas Mnemosyne de Aby Warburg Cristina Branco Aby M. Warburg: contribuições para um confronto contemporâneo Catarina Coelho Pathos formula and pantomimicry. Sculpture, attitudes and living pictures in the Goethe Period Dagmar von Hoff Moving Images: the D. João de Castro Tapestries Sérgio Mascarenhas de Almeida Warburg e a fotografia contemporânea Nuno Felix da Costa Aggregate states of iconic energy – Warburg’s concept of image animism 151 Karl Sierek Warburg and Jolles: A cognitive approach to the art of viewing and the art of reading Peter Hanenberg Non verbis sed rebus Hellmut Wohl A escada, o raio e a serpente. Variações sobre a natureza humana Maria Filomena Molder O segundo sol negro: G. Steiner e A. Warburg em órbitas elípticas Ricardo Gil Soeiro Fernando Pessoa’s Mnemosine project: myth, heteronym, and the modern genealogy of meaning Christopher Damien Auretta “Lire ce qui n’a jamais été écrit” Georges Didi-Huberman No limiar da dispensa da normalidade: Aby M. Warburg, a arte e a doença 261 Anabela Mendes O que fazemos/What we do/Qu’est-ce qu’on fait

Leia mais
Sinopse
Índice
Comentários
Deixe-nos o primeiro comentário!

Deixe um comentário

  • Avaliação:
Descreva este livro utilizando apenas adjetivos ou uma frase curta.
Importar imagens:
Arraste as imagens para aqui ou click para importar.
Detalhes do produto
9789725403488

Ficha de dados

ISBN
9789725403488
Data
04-2012
Edição
Editora
UCE
Páginas
276
Tipo de produto
Livro
Idioma
Português
Coleção ou Revista
Estudos de Comunicação e Cultura
Classificação temática
Artes e Humanidades » Cultura
Coord./Org.
Organizadores: Anabela Mendes | Isabel Matos Dias | José M. Justo | Peter Hanenberg
Títulos relacionados
Pesquisas recentes

Menu

Crie uma conta gratuita para usar a lista de favoritos.

Login