A SAÚDE PÚBLICA E OS ENFERMEIROS

ENTRE O VINTISMO E A REGENERAÇÃO (1821-1852)

Leia mais
Oferta especial limitada
23,78 € 26,42 €
DESCONTO-10%
Overview
Neste estudo, reúnem-se elementos da História da Saúde Pública entre a Revolução Liberal de 1820 e o movimento regenerador de 1852, salientando as linhas de (des)continuidade em relação ao Antigo Regime. Incluem-se nesta recolha os enfermeiros, que têm sido omissos ou marginalizados da narrativa de certas orientações historiográficas. Destacam-se a ciência de polícia médicacomo elemento fundador e estruturante da saúde pública, a genealogia do Conselho de Saúde Pública e os avanços, hesitações e resistências à definição da estrutura, organização e campos de intervenção da saúde pública. Num quadro de permanente conflitualidade política e institucional e de miséria social, identificam-se e descrevem-se os principais problemas; referem-se os empregados da saúde, os processos de formação e de regulação do exercício profissional destes agentes, abrangendo as práticas dos enfermeiros, suas competências e organização do seu trabalho. Releva-se, ainda, o papel dos municípios e misericórdias na resolução dos problemas de saúde pública e na governação dos hospitais.
Leia mais
Sinopse
Comentários
Deixe-nos o primeiro comentário!

Deixe um comentário

  • Avaliação:
Descreva este livro utilizando apenas adjetivos ou uma frase curta.
Importar imagens:
Arraste as imagens para aqui ou click para importar.
Detalhes do produto
9789898835062

Ficha de dados

ISBN
9789898835062
Data
05-2016
Edição
Editora
UCP | Porto
Páginas
504
Tipo de produto
Livro
Idioma
Português
Coleção ou Revista
Biblioteca de Investigação II - Trabalhos Científicos
Classificação temática
Ciências da Saúde » Enfermagem
Títulos relacionados
Pesquisas recentes

Menu

Crie uma conta gratuita para usar a lista de favoritos.

Login