Portal UCPPortal UCP | APEES | FacebookFacebook | Livraria UCPLivraria UCP
Pagina Inicial
Universidade Católica EditoraInício | Voltar | Imprimir




O ILHÉU DE CABO VERDE

       

Autores: Vários
Coordenação: Corsino Tolentino | Crispina Gomes | Amália Vera-Cruz Lopes 
                 | Adriano Monteiro

Coleção: Estudos e Documentos - Nº24
Ano: 2019
Págs.: 400 
ISBN: 9789725406557
Preço: 25€ | Esgotado
 
 

A obra O Ilhéu de Cabo Verde, publicada pelo Centro de Estudos de Povos e Culturas de Expressão Portuguesa (CEPCEP), da Universidade Católica Portuguesa, vai ser lançada em setembro em Cabo Verde e em outubro em Lisboa. Trata-se de uma obra em que participam 33 autores cabo-verdianos, e que se estrutura em quatro capítulos, a saber: Condição do ilhéu Cabo-verdiano: definição; Condição do ilhéu Cabo-verdiano: evocações; Condição do ilhéu Cabo-verdiano: perfil global; e Condição do ilhéu Cabo-verdiano: especificidades. Esta edição contou com o patrocínio da Caixa Económica de Cabo Verde e o Instituto Nacional de Previdência Social de Cabo Verde.

O CEPCEP publicou em 2017 uma obra coletiva denominada A Condição de Ilhéu, dirigida pelos Professores Roberto Carneiro, Artur Teodoro de Matos e Onésimo Teotónio Almeida. Nesta obra, com cerca de 700 páginas, participam 63 autores com a seguinte incidência geográfica: 39 escreveram sobre os Açores, 11 sobre Cabo Verde, 10 sobre a Madeira e 3 sobre S. Tomé e Príncipe. Pretendeu-se com esta publicação perscrutar a alma do ilhéu nos vários domínios em que pode ser analisada, tais como o da literatura, psicologia, arte, cultura, música, filosofia, etnografia, etc.  Foi um projeto pensado durante vários anos e finalmente realizado em cerca de ano e meio.

No seguimento desta obra, este projeto pretende editar um livro dedicado a cada um dos arquipélagos, onde constem os textos publicados na obra-mãe a que se juntam artigos inéditos. Esta ideia surge do facto de muitos autores terem manifestado interesse em ter participado na obra A Condição de Ilhéu, mas por motivos vários não tiveram possibilidade de o fazer. Além disto, as obras por arquipélago concentram e expandem a reflexão sobre cada condição de ilhéu em particular. É neste contexto que surge a O Ilhéu de Cabo Verde.



Índice

 

 

 

Adalberto Silva
Nasceu na ilha do Maio, Cabo Verde. É licenciado em Economia (FEUP, Portugal), mestre em Finanças (IUP, Espanha). Foi administrador de várias empresas e instituições, com destaque para: Banco de Cabo Verde, Banco Comercial do Atlântico e Transportes Aéreos de Cabo Verde. Exerceu a função de Deputado à Assembleia Nacional, eleito pelos círculos do Maio e de Santiago Sul, e a de Presidente da Assembleia Municipal do Maio. É compositor de música cabo-verdiana, coautor do Hino Nacional Cântico da Liberdade, tendo sido agraciado com vários galardões e homenagens, no país e na diáspora. Atualmente exerce a função de conselheiro do Primeiro-Ministro para economia e finanças.

Adilson Semedo
Nasceu na cidade da Praia, Santiago, Cabo Verde, em 1976. É doutorado em sociologia pela Universidade do Porto. Actualmente é Professor Auxiliar na Universidade de Cabo Verde. Na sua produção científica destaca-se o livro “Religião e Política em Cabo Verde: o Governo da Diocese perante as mudanças políticas (1975-2001).

Amália Maria Vera-Cruz de Melo Lopes
Natural da ilha do Sal. Doutora em Linguística, é diretora e investigadora da Cátedra Eugénio Tavares de Língua Portuguesa e membro da Cátedra Amílcar Cabral, da Academia de Ciências e Humanidades de Cabo Verde e da Fundação Amílcar Cabral. Tem como principais áreas de interesse ao nível da investigação o ensino do português como segunda língua, sociolinguística e política linguística. Tem publicados nove livros, sendo sete em coautoria e vários artigos em revistas e anais de congresso.

André Corsino Tolentino
Natural da ilha de Santo Antão. Diplomata jubilado. Combatente da Liberdade da Pátria, é doutorado em Ciências de Educação pela Universidade de Lisboa. Fez o mestrado em Minnesota e pós-graduação em Harvard (EUA). Visitou vários países dos cinco continentes, onde alternou diplomacia, consultoria e pesquisa. É autor de obras como Universidade e Transformação Social - 2007, Impacto das Remessas dos Emigrantes no Desenvolvimento de Cabo Verde, com Carlos Rocha e Nancy Tolentino -2008, foi coautor da publicação referente ao Seminário África – Europa: cooperação académica (vários) – 2008, Cabo Verde: Janelas de África-2016. O mais recente livro é o Ensaio Biográfico sobre Aristides Maria Pereira e outros – 2017. 

António Ludgero Correia
Licenciado em Ciência Política, foi Comandante da Guarda Fiscal (MF) e Diretor dos
Serviços de Inspeção, Organização e Contabilidade da DG das Alfândegas. Atualmente é Conselheiro do Presidente da República e Inspetor Principal do quadro privativo do Ministério das Finanças. Publicou Baban, o ladino, obra que recebeu o Prémio SONANGOL de Literatura em 2006, e Silêncio Cúmplice. Nasceu em 1953.

Arlindo Mendes
Natural da ilha de Santiago. É licenciado em História pelo I.S.E. (Cabo Verde), mestre em Estudos Africanos pela F.L.U.P. (Porto), doutor em Antropologia pela Université de Pau et Pays de l’Adour (França). Antigo Professor da Uni-CV e ex-Presidente D.C.S.H da mesma universidade. Atualmente é Diretor de Cooperação e Estudos Pós-graduados do ISCJS.

Artemisa Ferreira
Natural de Boa Entrada – Santa Catarina, Ilha de Santiago.  Mestre em Realização Cinema e Televisão. Escreveu e realizou o filme “Oji” - prémio revelação no Plateau - Festival Internacional de Cinema da Praia 2015 e prémio de melhor montagem no festival de Cinema Adélia Sampaio Brasil 2016.  Autora do livro de poesia “Desejo” - 2009, "Gruta Abençoada" 2017 e participou na coletânea poética, "Cabo Verde-Galiza - Um abraço poético" 2017. 

Bernardina Salústio
Licenciada em Jornalismo foi Professora e Assistente Social. Publicou Mornas eram as noites (Instituto Cabo-verdiano do Livro, 1994) e A Louca de Serrano (Spleen, 1998). Nasceu em 1941.

Carlos Bellino Sacadura
De nacionalidade cabo-verdiana, é Prof. da Universidade de Cabo Verde (Área de Filosofia). Investigador do Centro de Filosofia das Ciências da Universidade de Lisboa, do Instituto de Filosofia da Universidade do Porto e da Soc. de Fil. da Educação.
Livros publicados: A Cultura da Argumentação (Ed. da Faculdade de Filosofia de Braga, Universidade Católica Portuguesa); Estudos sobre Filosofia da Educação, Ed. da Faculdade de Filosofia de Braga (Universidade Católica Portuguesa).

Clementina Furtado
Natural do Concelho de São Miguel, ilha de Santiago, é doutora em Ciências Politicas e Sociais, pela UNICV e ULB em 2012. É Professora Auxiliar no curso de licenciatura em Geografia e Ordenamento do Território da UNICV. É membro do Conselho Nacional de Emigração, Directora do Centro de Investigação e Formação em Género e Família da UN ICV. É investigadora nos domínios de género, migrações e desenvolvimento.

Crispina Gomes
Nasceu na ilha de São Nicolau, vive na Cidade da Praia. Doutorada em Sociologia pela Universidade de Havana, Cuba e Licenciada em Ciências Sociais. É autora de “A Mulher e Poder, o caso de Cabo Verde”. Tem vários artigos publicados sobre questões de género em revistas da especialidade. Foi co fundadora da Cátedra Amílcar Cabral na UNICV e da Cátedra com o mesmo nome na Universidade de Havana. Actualmente na Reforma, é membro da Fundação Amílcar Cabral e da Associação dos Combatentes da Liberdade da Pátria.

David Hopffer Almada
Licenciado em Direito, foi Ministro da Justiça e Ministro da Informação, Cultura e
Desportos. Atualmente é advogado e consultor jurídico e Presidente da Assembleia Geral da Academia Cabo-Verdiana de Letras. Publicou Cabo Verde de Esperança- Coletânea Poética e Papa por uma noite. Nasceu em 1945.

Djalita Fialho
Nasceu na Cidade da Praia. Doutora/PhD em “Development Studies” pelo International Institute of Social Studies de Haia. Pós-graduada em Gestão pela Harvard University e Mestre em Desenvolvimento e Cooperação Internacional pelo Instituto Superior de Economia e Gestão da Universidade Técnica de Lisboa e licenciada em Gestão pela University of Massachusetts Boston. Trabalhou no Secretariado Executivo da CPLP e nas Missões Permanentes de Cabo Verde e Portugal junto da ONU, em Nova Iorque.

Eileen Almeida Barbosa
Cabo-verdiana de S. Vicente. Escritora cabo-verdiana de contos, textos de humor, viagens e poesia, recebeu 3 prémios literários nacionais e em 2014, foi identificada como uma dos 39 melhores escritores africanos com menos de 40 anos. Em 2007, lançou o livro “Eileenístico”, uma coletânea de contos. Participou em várias coletâneas de conto e poesia. É intérprete e tradutora.

Fátima Bettencourt
Natural de Santo Antão, professora e jornalista (imprensa e rádio). Estudou em Mindelo no Liceu Gil Eanes e depois em Lisboa onde fez o Magistério Primário. É contista e cronista com 7 livros publicados e ainda co-autora de outros seis. Foi condecorada pela OMCV, pelo Governo de Cabo Verde e pelo Presidente da República. É sócia fundadora da Academia Cabo-verdiana de Letras.

Filinto Elísio Correia e Silva
Licenciado em Biblioteconomia e Mestre em Gestão, foi Conselheiro Cultural do Primeiro-Ministro de Cabo Verde e consultor para a área da Cultura.
Atualmente é editor da Rosa de Porcelana Editora e consultor internacional. É autor de
Zen Limites e Me_xendo no Baú. Vasculhando o U. Nasceu em 1961.

Germano Almeida
Nasceu na ilha da Boa Vista em 1945. Licenciado em Direito na Universidade Clássica de Lisboa. Vive em São Vicente onde exerce a profissão de advogado. Foi fundador e co-director da Revista Ponto & Vírgula (março de 1983 a dezembro de 1987), coproprietário e diretor do jornal Agaviva (março de 1991 a junho de 1992) e é sócio da Ilhéu Editora (1989), que em Cabo Verde tem publicado as suas obras.

Henrique Teixeira Oliveira
Natural da ilha Brava, fez os estudos secundários no Liceu Gil Eanes, em São Vicente. Bolseiro da Fundação Gulbenkian, formou-se em Ciências Histórico-filosóficas na Universidade de Coimbra, em 1971. Professor reformado do Liceu Domingos Ramos, músico instrumentista (violão), tem dedicado o seu tempo ao ensino e divulgação da cultura, da música e da guitarra cabo-verdiana, em escolas tuteladas pelo Ministério da Cultura.

Hilarino Carlos Rodrigues da Luz
Doutorado em Estudos Portugueses, fez o estágio profissional nos «Projetos Editoriais» do Setor Editorial da Unidade de Publicações da Imprensa Nacional Casa da Moeda (2014-2015) e foi Docente de História e Geografia de Portugal e Língua Portuguesa na Escola Galopim de Carvalho (2012/2013). Atualmente é pós-doutorando em Literaturas Africanas de Língua Portuguesa na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa e bolseiro de Pós-Doutoramento do CHAM, Centro de História d’Aquém e d’Além-mar (FCSH-Universidade Nova de Lisboa, Universidade dos Açores). Publicou A construção do imaginário viajante na escrita barbosiana (in Atas V e VI do Encontro de Jovens Investigadores Cabo-verdianos, 2016) e Representação do mar em Jorge Barbosa: a insularidade. Nasceu em 1983.

João Estevão
Natural da ilha do Sal é Professor no Instituto Superior de Economia e Gestão da Universidade de Lisboa e investigador do CEsA, Centro de Estudos sobre África e do Desenvolvimento. Tem investigação desenvolvida nos domínios da Economia do Desenvolvimento, Economia Institucional e Pequenas Economias Insulares, com variada publicação sobre esses temas. Tem investigado especificamente sobre Cabo Verde, com vários trabalhos publicados, de que se pode destacar a recente História da Moeda em Cabo Verde- do início do povoamento à actualidade, publicada pelo Banco de Cabo Verde.

João Lopes Filho
Doutorado em Antropologia e Estudos Africanos, foi Professor no Departamento de Antropologia da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa. Atualmente é Professor Titular da Universidade de Cabo Verde, onde é também coordenador, docente e orientador de mestrados. Publicou Ilha de S. Nicolau de Cabo Verde - Formação da Sociedade e Mudança Cultural (Ministério da Educação – Secretaria Geral,1996) e Percursos & Destinos (União dos Escritores Angolanos, 2011), com o qual recebeu o Grande Prémio Internacional de Literatura SONANGOL.

José Paulo Santos
Nasceu em 1969. Licenciado em Educação, é doutorando em Tecnologias de Informação e Comunicação. Foi Docente do Ensino Secundário (1993- 2009) e Teaching and Learning Consultant na empresa Promethean. É atualmente Diretor Pedagógico da Cape Verde Multilingual School, em Cabo Verde e National General Manager na Equatorial Guinea Multilingual School, na Guiné Equatorial. Nasceu em 1969.

Maria Madalena Tavares
Nasceu na ilha do Sal, É autora da obra “A outra Janela”, poesia, sendo co-autora da Colectânea de contos e poemas AULIL. Foi membro do Conselho de Redação da Revista DJA D`SAL. Alguns poemas da sua autoria constam nas revistas Mujer, Contigo, Jornal Voz di Povo e outros sob pseudónimo Lara Araújo.

Manuel Brito-Semedo
Doutorado em Antropologia, Etnologia, foi Vice-reitor da Universidade de Cabo Verde e Presidente do Conselho Diretivo do Departamento das Ciências Sociais e Humanas.
Atualmente é Docente na Universidade de Cabo Verde. Publicou A Construção da Identidade Nacional - Análise da Imprensa entre 1877 e 1975 (2006) e Na Esquina do Tempo, Crónicas de Mindelo (2014). Nasceu em 1952.

Manuel Veiga
Natural de Santa Catarina, ilha de Santiago. É doutor em linguística geral aplicada. É Presidente da Mesa de Assembleia Geral da Academia Cabo-verdiana de Letras e ex-Diretor da revista Desafios, órgão de difusão científica da Cátedra Amílcar Cabral, na Uni-CV. Publicou dois romances: Odju d’Agu e Diário das Ilhas. Deu ainda à estampa dez livros de ensaio e dezenas de artigos, nas áreas da linguística e da cultura. Coordenou a edição da obra Cabo Verde – Insularidade e Literatura.   Recebeu, por três vezes, o Prémio Língua Cabo-verdiana, da Associação de Escritores Cabo-Verdianos. Foi galardoado, em 2000, com o 1º lugar do prémio do Fundo Bibliográfico da Língua Portuguesa, em Maputo.

Margarida Fontes
É jornalista e escritora. Nascida no Fogo, licenciada em Comunicação e mestre em Jornalismo. Publicou poemas inéditos em diferentes antologias com poetas cabo-verdianos e estrangeiros. É autora do livro de poemas “De Lírios” (2014). Tem no prelo livro novo.

Ondina Maria Fonseca Rodrigues Ferreira
Mestre em Literaturas Cabo-verdiana e Portuguesa, foi Professora e Diretora executiva do Instituto Internacional da Língua Portuguesa. Publicou Inquietações em Crónicas Datadas (2008) e Contos com Lavas (2010). Nasceu em 1946.

Paulino Fortes
Nasceu em S. Vicente, Cabo Verde, em 1963. Após os estudos básicos e secundários na ilha, seguiu para Portugal onde se licenciou em Matemática e, mais tarde se doutorou na mesma área. É professor e investigador na Universidade de Cabo Verde, tendo sido reitor da mesma universidade. É, presentemente, presidente do Fórum da Gestão das Instituições de Ensino Superior dos Países e Regiões de Língua Portuguesa, uma associação dedicada à investigação na área de gestão do ensino superior.

Roselma Évora
Nasceu a 30 de abril de 1975 na ilha de São Vicente, é licenciada e mestre em Ciência Politica e Doutora em Sociologia pela Universidade de Brasília. É Investigadora independente, comentadora política e ativista da democracia. É autora de dois livros e coautora de mais seis sobre o sistema político e a democracia em Cabo Verde.

Silvino Évora
Nasceu no Tarrafal, ilha de Santiago, é director de Mestrado em Jornalismo Económico e Informação Financeira e Professor Auxiliar da Universidade de Cabo Verde; Presidente da Assembleia Municipal do Tarrafal e Presidente do Conselho Consultivo da Região Sanitária de Santiago Norte; Presidente da Associação Cabo-verdiana de Ciências da Comunicação; Doutor Europeu e Mestre em Ciências da Comunicação; Licenciado em Jornalismo e autor de vários livros científicos e criativos.
Vera Valentina Benrós de Melo Duarte Lobo de Pina
Licenciada em Direito, foi Ministra de Educação e Ensino Superior e Presidente da Comissão Nacional para os Direitos Humanos e Cidadania. Atualmente é Conselheira do Presidente da República e Juíza Conselheira do Supremo Tribunal de Justiça, Desembargadora e Presidente da Academia Cabo-verdiana de Letras. Publicou Amanhã a madrugada (1993) e O Arquipélago da Paixão (2001), com o qual recebeu o Prix Tchicaya U Tam´si de poésie africaine. Nasceu em 1952.

Wlodzimierz J. Szymaniak
Doutorado em Linguística Aplicada, foi Professor Associado da Universidade Fernando Pessoa do Porto e Pró-reitor para a Investigação, Desenvolvimento e Inovação na Universidade Jean Piaget de Cabo Verde, onde hoje é Professor Associado. É autor de Títulos das Notícias. Recursos retórico-estilísticos, Tubarões de Moia-Moia. Guia de mergulho e de mar da ilha de Santiago (Alfa Comunicações, 2014), e coautor de O mar no imago mundi do cabo-verdiano: um olhar sobre a literatura (in Atas do XXV Encontro da Associação das Universidades de Língua Portuguesa. AULP, 2015). Nasceu em 1964.  

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

| Voltar |


Outros títulos desta colecção:

Clique para mais informaçõesAutor: Vários
Coordenação: Roberto Carneiro | Jorge Rangel | Fernando Chau |
                     
José Miguel Simões
Tema: Cultura
Coleção: Estudos e Documentos - Nº25
Ano: 2019
Preço: 22€ | Novidade         



| Voltar |


Topo
Logotipo Acessibilidades
Universidade Católica Editora
Palma de Cima
1649-023 Lisboa
Tel.: (+351) 217 214 020
Fax: (+351) 217 214 029
E-mail: uce@uceditora.ucp.pt
  Universidade Católica Editora - Porto
Rua Diogo Botelho, 1327
4169-005 Porto
Tel.: (+351) 226 196 200
E-mail: uce@porto.ucp.pt

Universidade Católica Portuguesa > Lisboa > Porto > Braga > Viseu
Página Inicial